Pequeno Sol

Ir em baixo

Pequeno Sol

Mensagem por Nymera Martell em Sex Dez 01, 2017 6:34 pm

Era um dia tranquilo em Lançassolar, passeava despreocupadamente pelos jardins pensando nos assuntos que tratava com Meistre Dave essa manhã, ao que parece havia um novo Lorde Greyjoy, o irmão mais novo de Lorde Osmund morreu além do mar estreito e agora um novo Lorde Baratheon foi eleito, sorriu do caso, ela mais do que ninguém ali sabia dos perigos que Essos poderia ter, desde assassinos nas ruas até bordéis onde não é somente o prazer que você encontra.

Sua atenção foi para uma árvore frutífera, crescia novas frutas lá, depois da imensa tempestade de areia que enfrentaram Dorne dava seus primeiros sinais de que ainda estava viva e forte, era assim que eles viviam, enfrentando os perigos impostos a eles e sempre sobrevivendo, Insubmissos, Não Curvados, Não Quebrados, esse era o lema de sua Casa, o lema que todo dornês nasce sabendo. Olhava aquela árvore e memórias vieram em sua cabeça, memórias suas e sua pequena irmã Alia, pensava nela em suas viagens, constantemente, quando esteve em Vaes Dothrak viu as aves mais coloridas que pode imaginar, viu as estátua dos cavalos, e se perguntava o que sua irmã acharia de tudo aquilo.

Alia.... Será que você ainda arrebita o nariz quando não gosta de alguma coisa? Ou será que ainda tem aquele brilho violeta no olhar quando o sol bate no seu rosto?, pensava isso quando estava ali, não viu muito sua irmã quando voltou, a viu de relance algumas vezes quando andava pelos corredores, mal havia chegado e já teve que ir pro Conselho, depois ouve a tempestade de areia que assolou Lançassolar, Você nasceu em uma tempestade de areia né? Dorne já avisava que a filha que viria seria forte e destemida, que causaria grades mudanças...., não sabia se sua irmã a estava evitando, ou estava chateada por ter ido embora, ela tinha 15 e Alia 13, sempre se lembrava do dia que partiu, mesmo chorando sua irmã tentava se manter firme, lhe abraçou e deu um beijo na testa, também lhe deu o bracelete com emblema de ouro da nossa família, e disse que voltaria pra busca-lo. Talvez estivesse chateada por que quando o pai morreu ela passou sozinha, sabia que ela não tinha muitos amigos, e sempre foi mais puxada para a irmã, quando se machucava era Nymera que limpava suas lágrimas, quando se metia em confusão, o que era um tanto raro era ela quem a protegia, sendo quem se metia em confusão era mais a irmã mais velha, mas quando era necessário Nymera não media esforços para proteger sua irmã caçula.

- ``Não se preocupe Alia, eu seguirei meu Pequeno Sol pra voltar pra casa´´ - Essas as palavras que lhe disse antes de partir não foram?

Soube que agora ela era uma mulher feita, dançava como ninguém, e até aprendeu a lutar, sábia e astuta, sempre amável com aqueles a sua volta, mas Nymera sabia como a irmã era, principalmente com estranhos, uma típica dornesa, na maioria do tempo se parecia com sua mãe, ela por outro lado era mais parecida com seu pai, só que com as ``falhas´´ de suas mãe nos olhos, Lady Mhrian com certeza a treinou na artes do chicote, já que assim ela mesma havia sido treinada, e também a sempre confiar na sua intuição e no seu instinto, pois foi assim que ela ensinou a filha mais velha, suas outras habilidades, ela aprendeu no mar com seus homens.
avatar
Nymera Martell
Princesa de Dorne
Princesa de Dorne

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequeno Sol

Mensagem por Alia Martell em Sex Dez 01, 2017 9:01 pm

A jovem Martell acordara naquele dia menos animada, fato que vinha ocorrendo desde que seu pai falecera há um tempo. Ela não tinha mais aquela empolgação de sempre para rumar até suas aulas, ou até mesmo de dançar, coisa que fazia praticamente todos os dias para não ocorrer o fato de esquecer-se como se movimenta o próprio corpo. Mas, para seu descontentamento, nada do que se propunha a realizar, lhe parecia uma boa atividade para ser realizada. Ainda era a mesma garota de antes, no entanto, não a alegre que todos se sentiam contagiados. Tanto o meistre, quanto sua mãe, disseram-lhe que demoraria algum tempo até que se recuperasse quase que por completo de sua morte e, desde então, Alia ia levando um dia de cada vez, tentando pensar que seu pai estava olhando para si naquele instante, e estava descontente com o que via.
Trajando um vestido delicado em tons rosados e sem mangas, a morena andava em direção aos jardins, onde sempre visitava antes de realizar qualquer coisa. As rosas brancas eram uma das flores pelo qual Príncipe Doran era apaixonado, então a garota rumava para lá todo santo dia para se certificar de que elas ainda estavam sendo bem cuidadas. Era quase como se fosse seu mantra, a única coisa que a fazia seguir em frente de fato. Seus passos eram tranquilos em direção ao local. Andava de cabeça baixa, focando no caminho ao invés do que havia ao seu redor. Assim que chegou ao local, focou no lugar em que as rosas se encontravam, analisando cada uma delas com cuidado antes de soltar um discreto suspiro. Afastou alguns fios escuros de seu cabelo para longe de sua face, pois os mesmos estavam presos em uma longa trança ao invés de seus costumeiros coques, e se pôs a pensar com os braços cruzados contra o peito.
Sua irmã houvera retornado, e a garota nem ao menos conversou com a mesma direito, ainda mais pelo fato de que ela agora era a Princesa de toda Dorne. Nymera tinha tarefas a realizar, embora Alia houvesse sentido muita falta da mesma quando comunicaram o falecimento do progenitor de ambas. A garota ainda sofria, embora estivesse tentando se recompor todos os dias, mas se a irmã estivesse consigo, aquilo tudo teria sido muito mais suportável. Nym tinha a força que, em certos momentos, ela não possuía, tornando-a seu pilar em tantos momentos que até perdera as contas. Recordava-se de quando a irmã fora embora, assim como de sua última fala, então mordiscou o lábio inferior, logo sacudindo a cabeça, levando uma de suas mãos até a frente dos lábios. Ela não veio me procurar, pensou tristonha. Será que as coisas mudaram tanto entre nós?
Foi então que ouvira passos rumando em direção ao local, fazendo-a virar o rosto em direção ao mesmo quase que de imediato. Reconheceu com extrema facilidade aquela silhueta, pois mesmo depois de tanto tempo, ela continuava a mesma, apenas havia ficado um pouquinho mais velha.
― Nym? ― questionou hesitante, mirando a mais velha com o cenho levemente franzido, e seu tom era suave, embora mais baixo do que costumava ser.
avatar
Alia Martell
Princesa de Dorne
Princesa de Dorne

Mensagens : 5
Data de inscrição : 26/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequeno Sol

Mensagem por Nymera Martell em Sex Dez 01, 2017 9:51 pm

Olhava despreocupadamente a árvore que brincará na infância, mas sentiu que estava sendo observada e ao olhar em volta seus olhos baterão com o um par castanho que reconhecia não importa a idade que ela tinha, Alia..., seu coração disparou, sim, aquela era sua irmã, perto das roseiras que seu pai tanto amava, nos dias de seu nome quando eram crianças ambas ia lá colher algumas para entregar pra ele, e era ali que ficavam quando tinham que conversar seriamente, como quando ela roubava bolos da cozinha e era pega pelos servos, não que Nymera não fizesse, só que ao contrario da irmã a mais nova era pega, na maioria das vezes.

Não se moveu, não soube o por que, talvez receio, medo, fora sempre a figura mais velha, a protetora, mas não estava lá quando seu pai falecera, e isso já fez dois anos, Dois anos sofrendo, dois anos talvez me odiando por tela abandonado,
dois anos chorando pelo papai, e cá estamos nós... No lugar que víamos quando tinha um problema
, como pensou, ela estava parecida com sua mãe, seios fartos, curvas de mulher, deu um pequeno sorriso, não podia evitar as lágrimas que subiam, mas não as deixaria cair, viu sua irmã com um vestido em um tom rosa fraco, ao contrário do seu amarelo, justo em cima, sem mangas, com um decote a desejar, com aberturas nas saias, assim algumas parte das suas coxas ficavam a mostra, era assim que gostava de se vestir, não gostava de roupas muito fechadas, só quando necessário as usava.

- Alie - disse em um tom fraco, sua voz estava presa, não era assim que imaginava este momento, mesmo que sua mãe insisti-se que fala-se com sua irmã ela por alguma razão hesitava, seu sorriso não saia, assim como sua mãe se ela grita-se Nymera aceitaria, se a amaldiçoa-se também aceitaria, se bate-se nela não levantaria a mão, mas ali, olhando naqueles olhos castanhos, era como se tivesse 15 anos de novo e ela 13, ela ainda parecia aquela menina que chorava no porto segurando firme a braçadeira que lhe deu.
avatar
Nymera Martell
Princesa de Dorne
Princesa de Dorne

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequeno Sol

Mensagem por Alia Martell em Sab Dez 02, 2017 1:20 am

A princesa não soube bem o que fazer de início. Fazia tantos anos que não se falavam, e isso tornou complicado para que Alia pudesse se aproximar da mais velha, pois não sabia o que esperar, nem se ela continuava a mesma pessoa, por mais que o olhar que fitava sua face naquele instante se assemelhasse muito com o que vira anos antes, no dia em que Nymera lhe dera seu bracelete, objeto que mantinha guardado em meio as suas coisas desde então. Hesitante, deu um passo à frente, seguido de outro, e mais outro... Até estar a três singelos passos de distância da irmã. Ela continuava tão bela quanto a última vez que a vira. Porém, agora encontrava-se com mais corpo, o que poderia chamar a atenção de muitos homens. Os cabelos continuavam um tanto rebeldes, e tal fato a fizera sorrir de leve, pois era algo que não mudara.
― Você não mudou muito. ― dissera, quebrando assim aquele silêncio constrangedor que existia entre ambas naquele momento. ― Na verdade,
está mais bonita do que a última vez, e seus olhos estão diferentes. Mais ousados. Parece que não foi apenas eu que mudei neste meio tempo, não é mesmo? ― observou antes de diminuir a distância entre elas, passando os braços ao redor dos ombros de Nym, apertando-a um pouco contra si enquanto discretas lágrimas teimavam em surgir, nublando parcialmente sua visão. ― Eu sentir tanto a sua falta... Sabia das novidades através de mamãe, mas não era o mesmo do que ver você. ― murmurou em tom baixo.
Por mais que Alia fosse um tanto mais alta que a outra, não a fazia mais madura, ou menos sensível. Queria manter os braços ao redor da irmã para sempre, do mesmo jeito que teria mantido ao redor de Príncipe Doran caso soubesse que ele morreria, deixando a mais nova ainda um tanto perdida em sua vida. Era inteligente, mas não tinha a menor ideia de qual rumo tomar dali em diante, e a única que poderia ajudá-la, estava ali, a sua frente, pois sabia que, mesmo depois de anos, ela continuava tendo seu sangue. Elas continuavam sendo as princesas. Continuavam sendo as Martell.
avatar
Alia Martell
Princesa de Dorne
Princesa de Dorne

Mensagens : 5
Data de inscrição : 26/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequeno Sol

Mensagem por Nymera Martell em Sab Dez 02, 2017 2:01 am

Quando viu sua irmã se aproximando seu coração deu uma palpitada, olhava nos olhos de suas irmã, mantinha a postura firme, quando estavam bem próximas Nymera pode ver que sua irmã era mais alta um pouco, havia puxado seu pai nesse quesito, mas a aparência vinha totalmente de sua mãe, os seios brotaram de vez, os quadris estavam volumosos, não se parecia com aquela garotinha que corria atrás dela quando encontrava um pássaro machucado, ou quando se machucava, quando sorriu a mais velha teve que respirar fundo, pois ela ainda possuía aquele sorriso de menina.

- Você pelo contrário mudou bastante - respondeu ao comentário da irmã - Quando se vive no mar, somos obrigados a mudar, temos que ser ousados, ou perdemos algo que nos sejam de valor - Não importa o que seja..., olhou em volta pois suas lágrimas ousavam cair sem seu consentimento mas quando sentiu os braços de Alia lhe rodeando os ombros e a apertando contra si foi que não conseguiu segurar mais - Também senti sua falta.... Irmã... - rodeou a irmã também, sentia falta da caçula, mais do que poderia imaginar.

Na infância Alia lhe perseguia e Nymera tirava sarro disso, mas a amava tanto que qualquer problema em que se metia a irmã mais velha era a primeira a correr para ajuda-la, mesmo se seus pais não a tivessem dito que era pra proteger a caçula ela faria de qualquer jeito, a viu nascer, brincou com ela quando era bebê, então nunca deixaria seu lado, principalmente agora que era Princesa de Dorne.

- Me perdoe Alie - disse em uma voz baixa, quase inaudível - Me perdoe por não estar aqui quando papai morreu, mas eu não esperava que a gota o mata-se antes de eu chegar.... Eu devia ter voltado há dois anos atrás, devia ter estado aqui contigo e com a mamãe.... - se afastou um pouco da irmã e colocou uma das mãos em seu rosto - Você realmente puxou a mamãe - riu do comentário - Minha irmã.... - não tinha mais palavras, apenas voltou a abraçar, como a abraçava anos atrás, antes de embarcar no Lançassolar, de fato, os anos havia mudado ambas as princesas.
avatar
Nymera Martell
Princesa de Dorne
Princesa de Dorne

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequeno Sol

Mensagem por Alia Martell em Dom Dez 17, 2017 8:44 pm

Com seus olhos fechados, a morena repassou tudo que ocorrera durante o tempo em que a irmã estivera longe, e concluiu que, sem aquela distância, talvez pudesse ter se tornado uma pessoa melhor. Pena que sua personalidade arisca aflorara de tal modo que, infelizmente, não conseguia mais controlar. Parecia que tinha vontade própria, como se fosse a outra metade de sua mente que tomava conta de tudo, expulsando a doçura de Alia para algo mais agressivo, como a chama mais ardente ao qual os homens já avistaram em suas vidas. Assim que a irmã começou a se desculpar, sua alegria diminuíra, recordando-se do motivo pelo qual se encontrava ali, logo sendo afastada pela mesma para que ela a fitasse nos olhos.
― Às vezes, nós temos que passar sozinha por algumas coisas, e isso me ensinou o quanto minha família é importante. ― murmurou em tom baixo,
apertando de leve os lábios juntos em seguida antes de sorrir diante do comentário sobre estar parecida com a mãe de ambas. ― Algo de bom deveria puxar, afinal. Só ter uma personalidade desagradável com os visitantes de fora já é algo ruim o suficiente. ― e riu por um momento antes de ter novamente os braços da mais velha rodeando-lhe o corpo, o que a fez fechar os olhos para apreciar aquele singelo momento.
Seu mundo, naquele singelo instante, estava quase perfeito. Pena que seu pai não estava ali para apreciar aquilo junto a ambas.
avatar
Alia Martell
Princesa de Dorne
Princesa de Dorne

Mensagens : 5
Data de inscrição : 26/11/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequeno Sol

Mensagem por Nymera Martell em Dom Dez 17, 2017 9:21 pm

- Sim.... Temos que passar por coisas sozinhas para amadurecer... - se lembrou de suas viagens, as pessoas que perdeu a ganhou, os laços de amizade e... Ivan... - Somos adultas agora - disse baixinho, quase inaudível.

Pensou no Torneio na Campina e se lembrou que sua irmã não conhecia muito bem esse tipo de evento, pois nos dorneses não fazemos muito isso por conta do calor.

- Sei que possivelmente não vai gostar, mas quero que vá no Torneio da Campina comigo - pode sentir a irmã tenciona um pouco - Eu sei que você não gosta de estranhos, mas quero que vá, como nos velhos tempos, sabe que ninguém chegará perto de você sem a sua permissão e planejo ficar perto de você o tempo todo, só quero que você e a mamãe, saiam um pouco daqui... - Saiam do pouco do luto pelo papai
avatar
Nymera Martell
Princesa de Dorne
Princesa de Dorne

Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/10/2017

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pequeno Sol

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum