Capítulo II – Crescendo Forte

Ir em baixo

Capítulo II – Crescendo Forte

Mensagem por Luthor Tyrell em Qui Nov 30, 2017 6:50 pm

Capítulo II – Crescendo Forte



Amanhecia em Jardim de Cima, a noite havia sido arrebatadora. Confesso que não me importei em saber o nome das garotas, o que eu precisava delas eu já obtive, um leve sentimento de culpa entrou no meu coração. Tomei um pouco de vinho, acompanhado de frutas vermelhas e alguns pães, a mesa era quase sempre farta em Jardim de Cima.

Quando eu era criança comíamos todos juntos no salão, porém, naquela manhã a mesa estava vazia, meus pais estavam mortos, e meu irmão também. Restava-me apenas minha irmã, Helena, que desde que eu havia chegado me evitou, como eu havia dito, não éramos tão próximos, ela sempre preferiu estar com Wilson do que comigo. Ele era o favorito por todos, até mesmo pelo meu pai. Eu era apenas o segundo filho.

Assim que terminei de me alimentar, cavalguei para o Campo de Treinamento. Junto a mim estava meu tio, Meister Garlan. Ele me contava sobre a história de nossa casa e tradições, e ao mesmo tempo me repreendia pelos excessos em relação as mulheres, dizendo que eu tinha de mudar meus hábitos.

“Em breve você terá de se casar, Luthor, e não seria interessante que você enchesse sua casa de bastardos… não seria honroso” - dizia o velho enquanto cavalgávamos

“…Eu já disse que eu não queria ser o Protetor do Sul, nunca fez o meu tipo… Olha, Tio Garlan, eu prometo que vou mudar, certo? Apenas preciso de mais tempo para pensar na idéia” - disse olhando para o horizonte.

“Você ainda é jovem, em breve terá de fazer escolhas que vão além de seu querer” - estávamos nos aproximando do Campo de Treinamento - “Contudo, lembre-se você não é mais aquele garotinho que vivia gastando a fortuna com putas e noites regadas a vinho, agora você é Lorde Tyrell, é o seu destino. Tudo depende de você agora.”

Eu não tinha remorso dos meus familiares, mas eles nunca prestaram atenção em mim, exceto, Tio Garlan e minha mãe, e agora toda a responsabilidade da Campina cai sobre os meus ombros. Eu estava confuso. Assim que dei conta havíamos chegado ao Campo de Treinamento.

“Aguardávamos sua presença, Lorde Tyrell.” - disse um dos soldados, ele era belo e robusto possuía a bochecha rosada e um sorriso fácil, contudo - “… Sou Sir Walter Flowers, sou Chefe da Guarda de Jardim de Cima, todas as questões de segurança, conte comigo.”

“Flowers?! Você deve ser o bastardo de Lorde Rowan, certo?” - questionei o cavalheiro e ele assentiu positivamente - “Será um prazer tê-lo como Chefe da Guarda, contudo precisarei de dois de seus melhores homens… Eu preciso de uma Guarda Pessoal, acredito que Meister Garlan não será suficiente para me proteger caso eu seja atacado.” - assim que disse isso o cavalheiro e o meister soltaram uma risada.

“Farei conforme o senhor desejar. Disseram-me que o M'Lorde possui certo talento para batalhas, seu irmão dizia que era um ótimo estrategista. Os tempos estão difíceis em Jardim de Cima, a cerca de um mês fomos atacados por um dragão selvagem e uma guerra civil está ponto de eclodir.” - contou Sir Walter.

“Fiquei sabendo de tudo isso, imagino que fazer uma aliança amenizara os fatos.” - disse para Sir Walter - “Pretendo dar continuidade ao Torneio proposto por meu irmão, algumas alianças serão necessárias, esteja preparado, Sir Walter.” - montei em meu cavalo e Meister Garlan fez o mesmo - “Irei aguardá-lo nas reuniões do Conselho do Jardim de Cima, você será fundamental, precisaremos ser fortes nesses tempos difíceis. Não esqueça de me enviar meus guardas pessoais.”

Assim que disse saímos do Campo de Treinamento. E aos poucos estávamos voltando para perto do pátio principal. Observei que Helena estava na parte superior do corredor que rodeava o pátio, ela estava usando um vestido de linho fino, com as cores verde e amarelo e o símbolo de nossa casa estampada, realçando a sua beleza. Ela estava linda. Desmontei do cavalo e continuei observando-a.

“O que você pretende fazer?” - disse Meister Garlan com olhar assutado - “… Você deveria conversar com ela, não conversam desde que chegou… Vocês ainda são irmãos…”

Meister Garlan tinha razão, a distância que havíamos criado entre nós, nos impediu de enxergar que ainda éramos irmãos. Até que surgiu uma ideia em minha mente.

“Já sei como renovar os laços entre nós.” - disse para Meister Garlan - “… Farei o Torneio em homenagem a Helena, como símbolo da restauração de nossa casa. Helena será a Rainha do Amor e da Beleza.”

ST: 500/500
HP: 550/550
________________________________________________________
avatar
Luthor Tyrell
Senhor da Campina e Protetor do Sul
Senhor da Campina e Protetor do Sul

Mensagens : 13
Data de inscrição : 28/11/2017
Localização : Jardim de cima

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Capítulo II – Crescendo Forte

Mensagem por Luthor Tyrell em Qui Nov 30, 2017 11:37 pm



Assim que observei minha irmã, Lady Helena Tyrell, subi as escadas em direção a ela. Demorei um tempo até chegar até Helena, as escadas eram largas e espaçosas, além de que Jardim de Cima era muito grande. Chegando na parte superior do castelo estava ela debruçada no parapeito, olhando para o pátio. Aproximei-me sutilmente.

“Ainda sente a falta deles, certo?” - disse para Helena, tentando puxar assunto - “Entendo perfeitamente como se sente…”

“…Calado!” - gritou Helena olhando para mim- “Você não entende, Luthor! Você nunca entendeu!” - e retornou a olhar para o pátio.

“Infelizmente sinto que ter vindo falar contigo foi um desperdício” - disse com tristeza - “Sinceramente ainda não sei o que fiz para vocês me odiarem tanto. Contudo, ainda somos ligados pelo sangue, e neste momento sou o seu Lorde Soberano e…”

“… Eu não odeio você… Mas você ainda é um estranho para mim…” - disse Helena enquanto mexia os dedos sem parar - “…Quando os nossos pais morreram, você se foi, e quando Wilson morreu, você não estava aqui… Tive de enfrentar tudo sozinha! Você sempre foi distante de nós… Sempre a procura de putas e rameiras…”

“… Papai sempre me tratou como bastardo. Você e Wilson sempre me esnobavam. Eu não pretendia voltar para Jardim de Cima até que Wilson morreu. Estou aqui para cumprir um legado que não é meu. Um legado de que não me orgulho.” - desabafei para Helena que mostrou-se surpresa com a minha declaração - “Você não precisa me amar. Você não precisa se orgulhar de mim, porém, eu preciso te proteger, pois você é a minha irmã, você tudo que me restou agora.”

Helena começou a chorar incessantemente. Quando me dei conta estávamos abraçados chorando juntos, nunca havíamos tido tanto contato assim. Helena era dois anos mais velha do que eu, tinha cabelos castanhos, olhos azuis como da minha mãe. Ela havia se tornado uma bela mulher.

“Crescendo Fortes.” - sussurrou Helena em meus ouvidos - “…Cresceremos fortes não como desconhecidos, mas como irmãos.”

“Darei continuidade ao torneio que Wilson planejava, e desejo que você seja a Rainha do Amor e da Beleza inicial, darei o torneio em sua homenagem e assim significara a restauração de nossa casa.” - disse enquanto enxugava as lágrimas.

“Será uma honra, irmãozinho.” - disse forçando um sorriso - “…Wilson queria que eu casasse com Lorde Quellon Greyjoy, que pelo visto sumiu após sair para as Terras Fluviais. O que faremos em relação a isso?”

“Isso discutiremos em outro momento, por enquanto que participe do meu pequeno conselho e da organização do torneio, há muito para fazer” - disse e coincidentemente Meister Garlan passava pelo corredor – "Helena, obrigado por ter me aceitado como seu irmão. Você não sabe como isso é importante para mim."

“Vejo que os irmãos reataram” - disse Meister Garlan - “Meu irmão ficaria orgulhoso em ver seus filhos se entendendo”

“Tio Garlan, preciso que envia corvos para algumas casas convidando-os ao torneio” - disse olhando em seus olhos - “… O Torneio de Jardim de Cima ocorrerá em breve”

“Assim será feito, M'Lorde.” - disse fazendo reverência - “Fico feliz que esteja aceitando a sua posição. Ser o Marechal da Campina e Protetor do Sul não é um legado destinado a todos.”

“E seu legado será grande.” - completou Lady Helena - “Precisa apenas largar as putas e arranjar um bom casamento.”

Todos demos risada, inclusive Helena. Estávamos começando a nos entender.

“Uma coisa de cada vez…” - disse em tom irônico - “Precisamos resolver a questão do torneio primeiro, enquanto isso, desejo experimentar algumas mulheres do castelo, faz muito tempo que não me deito com as garotas de Westeros.”

“Ahh! Você é nojento!” - disse minha irmã - “Depois dessa irei me retirar, contudo, agradeço o convite e aceito de bom grado. Acredito que amanhã pela manhã poderíamos tomar café juntos. Acho que agora não estou mais sozinha” - assim que disse retirou-se para os seus aposentos.

“Lady Helena é uma boa garota, e de ótimo coração.” - disse Meister Garlan - “Você é um bom garoto também, em breve estarão próximos.”

“Assim espero.” - disse para Tio Garlan - “Eu quero que envie corvos para os Senhores das Casas: Baratheon, Martell, Blackwood, Tarly, Mormont, Lannister, Greyjoy, Arryn e Swann. Exiga que tragam um pequeno grupo, não queremos incitar uma guerra, o objetivo é semear a paz em Westeros, uma paz que os Targaryen tem falhado."

Terminado de orientar, Meister Garlan seguiu apressadamente seu caminho. Quanto a mim observei por um tempo os castelo e suas redondezas e recolhi para os meus aposentos. Meu quarto era enorme, havia um grande sacada que dava vista direta para o Rio Vago, possuía um cheiro de lavanda. Despi-me e entrei na fonte termal que existia dentro de meu aposento. Depois que me lavei repousei-me por alguns instantes até que ouvi um barulho na porta de meu quarto. Assim que abri pude observar que era uma serva, Lorrent Crane, filha do castelão de Jardim de Cima, Sir Igon Crane.

“M'Lorde, desculpe incomodá-lo, mas meu pai deseja saber quando haverá a reunião do pequeno conselho de Jardim de Cima” - perguntou a garota ainda assustada, olhando para o chão evitando o contato olho-no-olho”

“Em breve…”  - disse para ela - “ Você é Lorrent Crane, certo? Filha do castelão!" - perguntei

“Sim.” - respondeu ela sutilmente

“Seu pai tem prestado um excelente serviço por anos em Jardim de Cima” - disse indiferente - “Acho que podemos nos entender tão bem quanto seu pai e Jardim de Cima. Deseja entrar? Disseram-me que fará frio essa noite.” - e a bela garota sorriu, e sem hesitar entrou.

ST: 500/500
HP: 550/550

A seguinte carta será remetida para as Casas citadas na narração. A mensagem deverá ser respondida em suas próprias narrações ou em alguma narração especial. Lembrando que necessito da resposta.

Código:
 Caro, Lorde/Lady, eu, Lorde Luthor Tyrell convido-vos para serem participantes do Grande Torneio de Jardim de Cima, que será dado em homenagem a minha bela irmã, Lady Helena Tyrell. O Grande Torneio de Jardim de Cima tem como objetivo, a renovação entre as Grandes Casas de Westeros, e trazer um pouco de paz e cooperação em momentos difíceis que o reino tem passado. Solicito-vos que tragam um contingente com o máximo de trinta homens, além dos seus familiares, todos serão bem-vindos dentro do Jardim de Cima, contudo, os soldados terão de dormir em tendas em volta do castelo. Sintam-se agraciados por serem co-participantes deste grande evento. O evento iniciará em uma semana.

- Lorde Luthor Tyrell, Senhor de Jardim de Cima, Protetor do Sul, Defensor das Marcas, Supremo Marechal da Campina. -  
_____________________________________________
avatar
Luthor Tyrell
Senhor da Campina e Protetor do Sul
Senhor da Campina e Protetor do Sul

Mensagens : 13
Data de inscrição : 28/11/2017
Localização : Jardim de cima

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum